#Estradeira: roteiro das Praias Selvagens do Rio de Janeiro

Por Dani Sutil


Olá #estradeiras! Eu sou a Dani Sutil, adoro viajar de moto, tenho uma Harley Davidson 1200 custom e lhes convido a explorar esse nosso mundão, dando dicas de roteiros para curtir de moto.


O #projetoestradeira tem o objetivo de incentivar mulheres (e os homens também, lógico) a praticar o motociclismo e moto turismo com mais e melhores informações sobre as condições das rodovias, cidades, pontos turísticos e de apoio. Não existe viagem de moto perfeita, mas sim um bom planejamento.

Minha sugestão de hoje é conhecer as PRAIAS SELVAGENS da cidade do Rio de Janeiro de moto


Bora subir na garupa e já deixar salvo essas dicas.


  • Total percurso: 8 km (mapa ao final).

  • Total de horas: cerca de 20 minutos (sem contar paradas).

  • Condições: sem pedágio, rodovia pavimentada e boa manutenção, alternando entre asfalto e paralelo.

  • Atenção: trecho de grande fluxo de banhistas e trânsito lento nos finais de semana, com muitas lombadas e ciclistas às margens da pista.


Essa é definitivamente a rota da orla da cidade do Rio mais linda! A exuberância entre o mar e as montanhas que faz jus ao título de cidade maravilhosa.


Apesar de o trecho ser muito curto, são apenas 8 km, entre o Pontal e a praia da reserva ambiental de Grumari, recomendo que você reserve um dia inteiro para esse passeio.


Não irá se arrepender.


Ajuste seu GPS para chegar até a praia do Recreio, ali fica o Pontal. O mesmo "pontal" da música “do Leme ao Pontal”. Recomendo seguir todo o trecho até a praia de Grumari e fazer as paradas na volta, já que é o único caminho.


Se o dia estiver com aquele sol lindo, estacione na última praia, que é um trecho de paralelos, e aproveite para dar um mergulho renovador no mar. Se não, apenas aprecie a paisagem.




No retorno, pare na praia do Abricó, onde possui um mirante com parque infantil e um beach club.

Mas fique atento às placas de sinalização e saiba quando evitar o uso de câmeras, já que essa praia é frequentada pelos praticantes de naturismo.

Seguindo mais a frente, recomendo a parada mais longa, no Bar e Restaurante Mirante da Prainha, pedir um peixinho ou camarões para almoçar, tomar uma água de coco ou suco e, sem esquecer o banho de mar, já que o local tem acesso por escadas e infraestrutura de banheiro. Temos sempre que nos lembrar dos equipamentos que usamos para pilotar, certo?!


MEMÓRIAS do rolo da câmera: Dani Sutil e as meninas do Rio de Janeiro acompanhando as turistas Bruna (de SP - a Bruna já mandou ver em vários textos aqui no Portal), e Diva, do PR, quando elas visitaram a cidade maravilhosa.


Antes do fim do dia, continue seu retorno para o Pontal com uma parada no Mirante do Roncador para apreciar e registrar aquela foto digna de um quadro na parede da sala.




Após a rotatória e a ponte, na estrada do Pontal, você irá chegar à praia da Macumba e depois na Praça do Pontal, que também valem uma linda foto.


Desse ponto, o acesso para a Barra da Tijuca é muito fácil. Basta seguir em frente.


E já sabem #estradeiras,

nos vemos na estrada! ✌️


Da redação:

PESSOAL ... A Dani Sutil vai aparecer regularmente por aqui pra deixar dicas e roteiros de viagem na coluna #Estradeira.


Uma mulher que tem muitos kilometros acumulados de viagens e histórias pra contar pra gente. Se você quiser entrar em contato com a Dani pra alguma dica especifica, ou até pra sugerir um roteiro pra coluna #Estradeira - checa o Instagram dela @danisutil , e aproveita para conhecer mais sobre o projeto #Estradeira.


Ahhhh... e tem ainda o canal dela no YouTube com várias viagens, dicas, e lições de geografia. Vale super a . pensa conferir. - https://www.youtube.com/c/DaniSutil



98 visualizações

Posts recentes

Ver tudo