MCA Alforjes: na estrada desde 1999

Por Gabi Hoover


Entre o pessoal que curte uma moto cruiser customizada no Brasil, uma peça é fundamental: alforjes. E ao pensar nela, o nome Marina provavelmente vem à sua mente.


Janise Marina Piazon é a fundadora, criadora, e produtora das peças MCA Alforjes.


A Marina me recebeu, virtualmente, na casa dela dia desses, pra gente bater um papo sobre as "estradas da vida" e como foi que ela começou no mercado de customização com alforjes personalizados.


Hoje em dia, com a incrível capacidade de interação e disseminação que a internet nos proporciona, a Marina e seus produtos são conhecidos em todo o Brasil e além. Basta dizer, por exemplo, que esse nosso papo virtual aconteceu com ela lá no Rio Grande do Sul, pontinha do Brasil, e eu aqui nos EUA, quase caindo no Canadá.


Mas essa não era a realidade lá em 1999, quando a então administradora de clube de futebol em Florianópolis, Santa Catarina, decidiu seguir seu coração, e mudar de carreira e cidade.


"Eu vim pra Novo Hamburgo, RS, porque aqui é a terra do couro. Vim para trabalhar em uma indústria que confeccionava alforges, e acessórios em couro. Aprendi muito nessa época, e fui percebendo que esse era um ramo pra mim", contou.

Nesse período a Marina passou a participar de muitos eventos de motociclismo, e seu contato com motociclistas foi se expandindo.


"O pessoal tem demandas muito específicas para suas motos, querem produtos diferentes, personalizados. Eu fui percebendo que havia um nicho. Além disso, durante os eventos muitas mulheres me procuravam, se sentiam mais a vontade para falar dos produtos que queriam."

Foi então que, por volta de 2005, ela iniciou um ateliê só com mão de obra feminina: MCA.


uma foto do comecinho
"Era Mulheres Customizam Alforjes. E depois por 2010 ficou só MCA. Hoje eu trabalho sozinha então pode ser Marina Custom Alforjes, Motos Alforjes Customizados. A marca é MCA".

O grande lance da MCA alforjes está justamente no atendimento individualizado e personalizado. Durante nosso papo, a Marina explicou que muitas peças são criadas de acordo com a demanda e a visão específica do cliente.


"Fazemos exatamente como o cliente precisa, detalhes em couro, nome, marcas. E além disso tudo, temos que medir e fazer que cada peça sirva/encaixe direitinho na moto. Nunca uma moto é igual a outra"

20 anos na estrada


#RespeitonaoseCompra: se tem algo que a Marina aprendeu nesse tempo de carreira é saber se adaptar. Os tempos mudam, o mercado muda, o perfil do cliente muda.


"Hoje tem muito mais jovens em motos custom, existem mais opções de moto no mercado também. Mas de todas as mudanças durante esse tempo, a participação das mulheres é definitivamente a mais positiva e significante que eu senti".

De acordo com a empresária, as mulheres sempre estiveram presente no mundo duas rodas, mas ficavam mais isoladas. E de uns 10 anos pra cá, esse cenário vem mudando.


Saimos das sombras ou dos cantos. A mulherada entrou com tudo. Tomaram conta, fazem sua opinião ser ouvida, gostam de ter suas motos, e querem customizar pra deixar a moto com o seu jeito.


Empresária e motociclista


Com esse tempo de estrada, a Marina é uma referência para quem trabalha no mercado de customização, e vive os altos e baixos de quem depende de eventos, e do famoso boca-a-boca para que o negócio prospere. Seu conselho pra quem segue nesse caminho é: flexibilidade e adaptabilidade.


"Nunca um evento é igual ao outro. Assim como uma viagem é igual a outra".

Conversando com a Marina, ouvindo seu jeito gostoso de trocar ideia, contar suas histórias, e perceber a forma positiva como ela encara qualquer desafio, me fez pensar em como a vida em duas rodas nos ensina olhar de forma diferente pra adversidades. Em um momento em que seu principal "lugar de negócios" (os eventos) deixaram de acontecer, a Marina poderia ter me dado uma entrevista cheia de lamentações, mas, ao contrário, ela me falou sobre oportunidades, sobre novos nichos, novos clientes, e planos de futuro. Me contou sobre o quanto a internet aumentou seu alcance, e a roda de amigos.


No final, tivemos de cortar o papo, porque a Marina ainda precisava levar produtos pra despachar no correio, e eu, aqui, iria começar cozinhar o jantar. Nos despedimos com a promessa de um abraço em algum lugar no futuro, onde nos encontraremos no seu stand, com cheirinho de couro novo.




A Marina é parte do projeto #ElasCustomizam aqui do #ElasPilotam.

Para se conectar com ela visita seu perfil no Instagram: Alforjes MCA ou vá direto até o website da empresa, onde você poderá encontrar toda a linha de alforges e acessórios disponíveis:


https://www.mcaalforjes.com









17 visualizações