#ElasPilotam roda na H-D Pan América

Por Gabi Hoover


Em Fevereiro de 2021, a Harley-Davidson lançou no mercado a H-D Pan América 1250, sua primeira "big trail". O modelo, completamente diferente do que se espera de uma Harley, vem para colocar a marca no crescente mercado das motos de aventura, competindo com a linha GS, da BMW; a linha Tiger da Triumph, e a Ducati Multistrada.


A moto é cheia de tecnologia, e estréia o motor V-Twin Revolution Max, com 1252 cc. Mais alta que as tradicionais cruisers da HD, a Pan América pode intimidar, mas nem por isso é impossível pra quem tem estatura abaixo dos 1,70m, e um dos motivos é a opção do sistema Adaptive Ride Height (ARH - altura adaptável), que reconhece as paradas e abaixa a moto de acordo com a altura de quem está no comando. Mas atenção, esse é um item opcional na moto e só está disponível no modelo Special, além de adicionar $1 mil no preço final.


Recentemente, o caminhão de demonstração - DEMO TRUCK - da Harley fez uma parada na concessionária da região onde eu moro, Adams-NY, e claro não deixei por menos e fui checar a moto. Em princípio, sem qualquer intenção de pilotá-la, mas.... Não sou do tipo que deixa oportunidade passar. Então subi na "monstra" e .... 👇



A sensação é completamente outra de se estar em uma moto cruiser. Outra posição de pilotagem, um painel incrível - que suporta conexão com Android e Apple Car Play - e diferentes modos de condução: off-road, sport, road, rain; e nos modelos Special também traz opções para customização pessoal do modo de pilotagem. Para o test-ride, eu fiquei só no modo chuva, que segura bem a entrega da moto.


O que difere os dois modelos são os itens opcionais e o detalhe do design no tanque. Os modelos da Pan Special são os que tem o brasão HD no tanque, como essa daqui na foto.


Por aqui, o valor das motos fica entre $18.000 a $20.000, dependendo de modelo e itens opcionais.





Rodei com ela por mais ou menos 13km, cerca de 8.5 milhas, em um trecho todo de asfalto, com algumas subidas e boas curvas. Adoraria mais tempo pra explorar todos os botões, e entender um pouco mais do "brinquedo". Mas, novamente, estava em um evento de demonstração e tinha um monte de gente querendo uma vez.


Com exceção da Dawn Fontaine , marketing da FX Caprara HD, em Adams-NY, eu fui a única mulher durante os dois dias de evento que testou a Pan. E digo uma coisa pra vocês: sinto muito por aquelas que namoraram mas não aceleraram.

Essa moto intimida, mas não é indomável. E é bem garotas "friendly".

#ficaadica


Para saber mais:


Nos canais da Harley-Davidson você pode encontrar mais informações técnica