O motociclismo e sua influência na moda

Por Alice Castro


Estilo sempre será algo pessoal e particular, mas há alguns que são marcantes e se destacam mais que outros. E neste aspecto, seja por pioneirismo, toque pessoal ou modo de fazer, as mulheres motociclistas vêm se despontando na moda como personalidades fortes, livres e... determinadas! Afinal, quem domina uma motocicleta é capaz de qualquer coisa, não é?!


É de estilo que estamos falando, pois uma mulher que pilota traduz quem ela é, o que ela gosta e a força que tem, além de uma feminilidade diferenciada e de muita coragem perante a vida.


Nossa matéria abordará a influência do motociclismo na moda, e quem nos dará uma aula de estilo e conhecimento é a ex-modelo, estilista, professora de moda e motociclista Jacqueline de Alcântara (Jacq). Vamos conhecê-la primeiro?



Apaixonada por moda

Jacq conta que começou muito cedo na moda, quando aos 5 anos costurou seu dedo na máquina de costura da avó. Natural de Anápolis GO, foi em Brasília DF que fez os primeiros ensaios fotográficos, para depois ganhar o eixo Rio-São Paulo, Japão e Espanha como modelo profissional. E fosse em qual país que estivesse morando ou trabalhando, estar de moto sempre foi sua opção.


Na Espanha (foto ao lado), formou-se em Estilismo pelo Institut Catalã de La Moda em Barcelona. Em 1995, de volta ao Brasil, investiu na profissão de estilista ao criar sua primeira coleção (vestidos de cerimônia), apresentando em programas matinais de televisão como Clodovil Soft (Bandeirantes) e da Kátia Fonseca (Gazeta), o que lhe rendeu o trabalho de figurinista de televisão por 6 anos.

Ainda nessa época, criou sua linha de acessórios (marca Jacqueline de Alcântara), comercializados em São Paulo.



Em Brasília DF, Jacq lançou sua primeira coleção exclusivamente voltada para motociclistas no Brasília Motocapital (atual Brasília Capital Moto Week), tradicional evento motociclístico que acontece anualmente na cidade. Posteriormente, criou a marca Blouses de blusas voltadas também para motociclistas e, em 2019, lançou sua Coleção Conceitual Heroína Urbana - Bolsos que vestem, cujas peças foram desfiladas por modelos motociclistas reais na Semana de Moda do Brasília Trends (foto abaixo). Esta coleção e os desafios para colocá-la nas passarelas, será uma próxima matéria aqui, no portal #ElasPilotam. Aguardem!



Apaixonada por motos

Como motociclista, Jacq começou a sua história aos 17 anos, quando comprou sua Garelli e ganhou as asas que sempre sonhou. Em pouco tempo, trocou-a por uma Turuna e, de lá para cá, foram mais 8 motocas que cruzaram as estradas de sua vida. Mudaram as marcas e cilindradas, mas pilotar com estilo foi algo que nunca mudou.