2020 foi um ride inesquecível

Por Gabi Hoover e Bruna Wladyka


Foi assim como um ride (passeio, rolê, viagem etc) de final de semana: aquele frio na barriga da insegurança antes de começar, mesmo sabendo que vamos de qualquer jeito. Depois vestimos nossa proteção e nos isolamos do mundo em nosso capacete. E, então, o começo incerto da viagem, com todos os sensos aguçados e o corpo ainda tenso, teimando em não se integrar com a moto. Rodamos alguns quilômetros e vem aquela sensação de normalidade. Opa! Lembramos que estamos respirando, ainda que ofegante de dentro do capacete, e nos tornamos parte do fluxo nas curvas da estrada. Corpo e moto se tornam uma só coisa. Assim vai, até que voltamos para casa. Capacete off. Nos despimos do dia e das incertezas. Deixamos a roupa suja para lavar. Tomamos um banho. Cama. Amanhã é outro dia. Ufa..


Perdoem-nos a metáfora: mas 2020 foi um ride inesquecível, e daqueles.


Um ano que será teorizado, “rotulado e carimbado”, pelas próximas décadas. E é isso por agora. O que mais falar sobre 2020, que ainda não foi dito? Pra não cair em redundância, preferimos olhar pra frente e ir planejando as nossas próximas aventuras.


Contudo, temos a sensação de que planejar está ficando mais fácil. Claro, salvo os novos procedimentos de segurança, e a esperança de notícias melhores. Mas olha só, você já parou pra pensar a diferença que nossa conexão fez durante esse inesquecível 2020?


Por exemplo: nós - Bruna e Gabi; você, que está lendo esse texto; mais todas as mulheres que se envolveram no Portal no nosso Time Editorial, as mulheres que nos contaram suas histórias no Diário, as mulheres que foram personagens e fontes em nossas investigações, inspirações em nossas pautas, as mulheres que escreveram e escrevem aqui todo mês.


Agora pense que lá atras, quando 2020 ainda era um ano cheio de promessas, expectativas, e também incertezas, ainda éramos eu, você e elas.


Não acreditamos que mudanças acontecem assim - snap - de um minuto para o outro. Como se a virada da meia-noite no Réveillon magicamente resetasse os rumos da nossa história. Pra gente, cada instante é um momento e uma oportunidade de mudança. E por mais difícil que 2020 tenha sido, foram nos primeiros segundos de 2021, quando Janeiro chegou, que percebemos um grande salto: agora somos nós. Entende a diferença?


Para sermos nós, bastou que nossos propósitos se cruzassem em algum momento. O #ElasPilotam foi esse momento, foi o meio que viabilizou esse encontro. Nosso catalisador. Sem filtros, porque o que nos aproxima, antes de qualquer outra coisa, é o fato de sermos mulheres.


Sorrimos, um sorriso confortante.


Gabi:

“Minhas sobrinhas, não precisarão ouvir ‘lá é lugar de homem’, se quiserem passar a tarde em uma oficina, se quiserem andar de moto”. Se alguma delas se interessar por mecânica, graxa, tinta, parafusos, e a bendita chave 10mm, posso mostrar a elas a Ana (foto 1), posso mostrar a Liah (foto2).

Nos conforta saber que onde vemos a #ElasPilotam sentimos o alívio do encontro, do abrigo, e da pertença. Respeito, movimentação, e muito incentivo.

A todas vocês nosso Muito Obrigada!

Feliz 2021.








12 de Marco de 2020

Milwaukee, WI - USA.

"Together, strong.

United, unstoppable"

53 visualizações

Posts recentes

Ver tudo