Filme com Zélia Duncan fala sobre motociclismo e representatividade LGBTQIAP+

Por Amably Monari


O curta "Uma paciência selvagem me trouxe até aqui", conta a história de uma mulher lésbica, motociclista, que, aos 50 anos, e cansada da solidão vai a uma festa lésbica pela primeira vez.


No trailer, que até o momento foi o único vídeo que tive acesso, a moto parece ser o motor de Vange (Zelia Duncan) e Ro, personagem de Bruna Linzmeyer, que percorre caminhos de uma liberdade que se conectam transgeracionalmente.


Vange e Ro em cena de "Uma paciência selvagem me trouxe até aqui"

O filme foi escrito por Érica Sarmet, que além de "Paciencia Selvagem", assinou o curta "Latifúndio" (2017), e atualmente desenvolve o roteiro para o longa-metragem de ficção para a MYMAMA, e dedica-se à pré-produção de seu próximo filme, o documentário "Vollúpya".


Érica relata que se inspirou em vivencias próprias e de amigues, pesquisas e sobre movimentos sociais, tendo também como inspiração American New Queer Cinema, no que para ela são os clássicos do cinema lésbico: Born in Flames, The Watermelon Woman, Go Fish, filmes que tiveram estréia no Festival Sundance há 30 anos. Além do poema Integridade, de Adrienne Rich, que, imprimiu as vivências em cores, sons, imagens e movimentos, rompendo paradigmas.



Sarmet com sua precisão e sensibilidade produziu uma obra de arte cinematográfica. Confesso que estou ansiosa para comprovar minha conclusão intuitiva. E, é certo que retornarei com meu posicionamento critico após engolir esse curta assim que tiver acesso.








Por que é importante falarmos sobre "Paciência selvagem"?

A importância de falarmos sobre esse curta esta em sua REPRESENTATIVIDADE, que coloca a vivência da mulher lésbica brasileira, discutindo temas de movimentos sociais da luta LGBTQIAP+. Sendo uma mulher motociclista, vivenciando sua solidão por ser lésbica diante do novo e inesperado: a liberdade posta em uma gerações que teve como “direito” garantido o performar do amor em público, produto de sua própria história.


Entenda a sigla

Foi justamente essa representatividade em sua narrativa que levou o curta a ganhar 4 grandes prêmios no cinema nacional e internacional. O que demonstra a importância de produções artísticas e posicionamentos políticos.


Entre eles o Prêmio Especial do Juri para Elenco, no Festival de Sundance; e o prêmio de Melhor Curta da Mostra Foco, durante o 25ª Mostra de Cinema Tiradentes.


Ou seja, um curta que além de acelerar os motores das criticas cinematográficas, mostra que veio para quebrar padrões, e assim ganhou espaço com notoriedade em estradas internacionais, manifestando a grandiosidade da representatividade da vivência de corpos dissidentes.

Vale ressaltar a relevância de produções artísticas que trazem a discussão da experiencia intergeracional e da luta que outras pessoas fizeram para que hoje possamos ter acesso a uma certa liberdade de ocuparmos espaços que são nossos por direito. Em destaque uma mulher lésbica motociclista, como protagonista também colocando em evidencia o lugar do qual nós mulheres lésbicas, corpos LGBTQIAP+ ocupamos no mundo do motociclismo.


Como o motociclismo quer acompanhar gerações das quais não caminham mais em campo minado do patriarcado, mas faz explodir todos os quadrados que nos querem encaixar?



Eu, como mulher lésbica, motociclista, e viageira, tenho um misto de alegria e raiva que me impulsionam na vida, e uma sensação de coletivo a partir de obras artísticas que se posicionam de maneira a criar caminhos de cada vez mais uma liberdade por meio de um processo educativo na construção de uma sociedade com mais equidade diante uma diversidade de modos de viver a vida.


Ficamos agora aguçades na espera ansiosa de termos acesso ao curta.


Amably Monari é Brasileira, residente na Argentina;

atua como Psicóloga e é criadora de conteúdo pelo @PsicoontheRoad. Ela é embaixadora do #ElasPilotam, Feminista, e ativista da causa LGBTQIA+.


 

E você? Quer assistir "Uma Paciência selvagem me trouxe até aqui" ?
Contra pra gente. Deixa seu comentário nesse texto da Amably
e vamos continuar essa conversa .


114 visualizações

Posts recentes

Ver tudo